Projeto de Intervenção L. Inglesa. Ensino Médio. Copa do Mundo


SUMÁRIO
 
Apresentação_______________________________________________________________ 2
Justificativa________________________________________________________________ 2
Objetivo___________________________________________________________________ 3
Conteúdos a Serem Trabalhados________________________________________________5
Metodologia de Trabalho______________________________________________________5
Cronograma________________________________________________________________6
Desenvolvimento____________________________________________________________6
Considerações Finais_________________________________________________________9
Referências Bibliográficas____________________________________________________10
Anexos___________________________________________________________________11

APRESENTAÇÃO
 
O projeto possui como tema, “Como se apresentar aos turistas na Copa do Mundo” e será desenvolvido na E.E xxxxxxxxxxx. O público alvo é o primeiro ano do ensino médio e as aulas serão ministradas pela estagiária e aluna pesquisadora, Luci Cleide Cardoso.
Propõe-se a contextualização dos usos da língua inglesa por meio de temática atrativa e elaboração de atividade escrita (montagem de folhetos turísticos) que valorize a comunicação e o letramento, ampliando o repertório de práticas de leitura com base nas relações entre oralidade e escrita, diferenciando modalidades e gêneros textuais, além de permitir os usos de diversas estruturas gramaticais.
Os alunos desenvolverão a função comunicativa (quatro habilidades: ler, falar, ouvir e escrever) ao trocar informações, descrever acontecimentos e indicar lugares por meio de mapas, em ambiente teatral (encenando aeroportos, hotéis, museus e estádios). Não obstante, o estruturalismo, também se faz presente, de forma subjacente, ao elaborar e selecionar estruturas gramaticais adequadas ao gênero folheto. 
Ao final da sequência didática, os alunos apresentarão de maneira cênica, folhetos com informações turísticas a estrangeiros que vierem ao nosso país acompanhar os jogos da Copa do Mundo 2014, será relevante reconhecer e adequar, tanto o discurso quanto a maneira de ofertar o material, à nacionalidade do estrangeiro (p. ex., indiano, inglês, americano, austríaco, chinês, galês, escocês, etc.), ressaltando o conhecimento cultural.
 
JUSTIFICATIVA
 
Com a escolha do Brasil para sediar a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, será de suma importância que nossos alunos se desenvolvam, estando assim, preparados para receber os turistas, fazer amizades e desenvolver diálogos eficientes e eficazes, fazendo uso da língua inglesa. 
Este projeto tem como intuito o uso de algumas funções da língua inglesa e a produção escrita, observando o gênero folheto turístico, de acordo com a proposta curricular para o ensino de língua inglesa moderna no Estado de São Paulo (2008) e os parâmetros curriculares nacionais.
 
OBJETIVOS
 
Gerais
1) Comunicar-se de forma eficaz e eficiente.
 
·        Compreender e interpretar determinadas expressões em razão de aspectos sociais e/ou culturais;
 
·        Utilizar as estratégias verbais e não verbais para compensar falhas na comunicação, para favorecer a efetiva comunicação e alcançar o efeito pretendido;
 
 
·        Escolher o vocábulo que melhor reflita a ideia que pretende comunicar;
 
·        Compreender em que momento o vocábulo reflete a forma de ser, pensar, agir e sentir de quem o produz.
 
 
2) Produzir texto observando o gênero indicado, desenvolvendo as seguintes competências:
 
·         Escolher o registro adequado à situação (evento esportivo) na qual se processa a comunicação escrita;
 
·         Utilizar os mecanismos de coerência e coesão na produção em Língua Estrangeira (todos os textos referentes à produção e a recepção em qualquer idioma regem-se por princípios gerais de coerência e coesão e, por isso, somos capazes de entender e sermos entendidos);
 
 
·         Distinguir variações lingüísticas;
 
·         Compreender e selecionar textos em linguagem não-verbal (mapas e símbolos de localização).
 
Específicos
 
1) Os alunos se comunicarão consoante o campo temático, com ênfase:
 
·         Nos usos do verbo to be, de maneira funcional e sem dificuldade;
 
·         Na utilização de frases simples do cotidiano, tais como:
 
Hi/ Hello, Good Morning, Good Afternoon, Good Evening, Good Night.
How are you? I’m great, I’m fine, Not too bad.
What’s up? Not bad, Just good.
What’s your name? My name is ____________
Nice to meet you (too) Welcome to Brazil.
Good bye, Bye bye, See you, Take care.
 
·         No uso de informações especificas, como, os nomes dos países participantes dos jogos, horários e estágios sediados;
 
·         Na maneira de explicar as rotas e trajetos, por meio de mapas e sinalizações;
 
 
·         Na forma de descrever pontos turísticos, rotas gastronômicas e costumes típicos do Brasil.
 
2) Na produção escrita, os alunos deverão observar e desenvolver:
 
·         O gênero folheto turístico (localização de informações explícitas e reconhecimento do tema);
 
·         Elaboração de pequenos textos informativos, próprios para folheto.
 
 
·         Atentar ao público a quem se destina o material: Estrangeiros no Brasil, durante a Copa do Mundo de 2014;
 
·         Selecionar mapas condizentes com a localização do evento;
 
·         Selecionar imagens que corroborem com os textos.
 
·         Corrigir e revisar os textos produzidos, observando-se a adequação ao contexto.
 
CONTEÚDOS A SEREM TRABALHADOS
 
·         Aspectos culturais dos países participantes da Copa do Mundo (determinar os países que adotam o idioma inglês como língua principal e/ou materna);
 
·         Trabalhar com a distinção da variação lingüística (leitura de textos de nacionalidades distintas com situações que exijam do aluno análise da adequação da construção gramatical do enunciado);
 
 
·         Apresentar folhetos diversos que façam os alunos localizar informações e observarem as características típicas do gênero;
 
·         Seleção, leitura e produção de textos informativos sobre os locais onde ocorrerão os jogos (como descrever locais que serão conhecidos por estrangeiros. Síntese e elaboração de dados);
 
 
METODOLOGIA DE TRABALHO
 
O projeto será desenvolvido por meio de sequências didáticas que propiciem o uso da sala de artes, laboratório de informática e biblioteca, presentes na escola.
 
Os alunos produzirão folhetos diversos, com informações turísticas voltadas para o tema, “Copa do Mundo de 2014”, por meio de grupos. No segundo momento, apresentarão tal material através da teatralização, onde se colocarão diante do estrangeiro, em lugares diversos, fazendo uso da comunicação e de seus conhecimentos sobre a cultura de cada país.
 
A presente metodologia contempla a Proposta Curricular do Estado de São Paulo para o ensino de Língua Estrangeira Moderna (2008, pág. 51), as Orientações Curriculares do Ministério da Educação (2006, pág. 87-124) e PCN. Com ênfase para o ensino da língua estrangeira por meio de estruturas, comunicação e letramento, onde o aluno seja capaz de fazer uso adequado do sistema lingüístico, das funções comunicativas e relacionar os usos e as formas, sempre ampliando seu repertório oral e escrito.
 
CRONOGRAMA
 
O tempo estimado para aplicação do projeto é de um mês, ou seja, 04 (quatro) encontros, sendo duas aulas seguidas por semana de 100 (cem) minutos.
 
Conteúdo
Duração
Atividades
Recursos Materiais
Sensibilização, Apresentação do Tema. “Como se apresentar aos turistas na Copa do Mundo”.
1 aula de dois módulos.
100 minutos
-  Ativação de conhecimentos.
- Apresentação do gênero folheto turístico.
- Aspectos culturais dos países participantes da copa
-  Folhetos turísticos diversos;
- Quadro explicativo (cópia reprográfica);
- Livro didático.
Divisão dos grupos. Seleção dos assuntos abordados nos folhetos. Leitura e seleção de mapas.
1 aula de dois módulos
100 minutos
- Separar a sala em 5 grupos de 06 alunos;
- Atribuir os assuntos e lugares abordados nos folhetos;
- Realizar a leitura compartilhada de alguns mapas, localização de informações.
- Folhetos turísticos do Brasil;
- Quadro explicativo com os locais de jogos (arredores - pesquisar hotéis, aeroportos, restaurantes e rodoviárias);
- Sala de Informática.
 
Discussão sobre os folhetos elaborados, correção dos enunciados. Preparação dos grupos para a teatralização
1 aula de dois módulos
100 minutos
- Trocar os folhetos entre os grupos, propor que um corrija o material do outro;
- Selecionar e atribuir aos grupos o local turístico onde será feita a dramatização e a distribuição dos folhetos;
- Orientar sobre o tipo de diálogo a ser estabelecido.
- Folhetos e livros didáticos;
- Propagandas (cópia reprográfica);
- Análise das variações lingüísticas (cópia reprográfica).
- Biblioteca.
 
Apresentações
1 aula de dois módulos
100 minutos
- Apresentação dos grupos.
- Avaliação dos alunos, seguindo os seguintes critérios:
1) Produção escrita: coerência e coesão do texto, adequação ao tema, usos da linguagem não-verbal e criatividade.
2) Comunicação: criatividade, desenvoltura, dramatização, envolvimento e contribuição para o grupo;
- Auto avaliação.
- Sala de Artes;
- recursos de multimídia, como data-show, telão, computador, aparelhagem de áudio e iluminação.
 
 
DESENVOLVIMENTO
 
1ª Aula. Sensibilização, Apresentação do Tema. “Como se apresentar aos turistas na Copa do Mundo”.
A aula deve se iniciar com o levantamento de conhecimentos prévios dos alunos sobre a Copa do Mundo, países participantes e sua língua materna, principal esporte de cada país, culturas e tradições.
Ressalta-se que os países participantes são:


Brasil
Chile
Paraguai
Argentina
Uruguai
Dinamarca
Suíça
Eslováquia
Alemanha
Espanha
Inglaterra
Sérvia
Itália
Holanda
Grécia
Eslovênia
Portugal
França
Estados Unidos
México
Honduras
Gana
Costa do Marfim
Nigéria
Camarões
Argélia
África do Sul
Japão
Austrália
Coreia do Sul
Coreia do Norte
Nova Zelândia
 
É papel do professor nesta oportunidade ativar os conhecimentos dos alunos, questionando-os sobre como as pessoas se comportam, ou deveriam se comportar, durante os jogos, como se comunicar, quais as frases mais utilizadas e terminologias próprias do esporte.

Ao apresentar folhetos turísticos diversos, os alunos devem observar características próprias do gênero. O professor deve solicitar que localizem informações especificas e as descreva (qual o tipo de discurso utilizado, dar ênfase a descrição e ao caráter informativo).
 

2ª Aula. Divisão dos grupos. Seleção dos assuntos abordados nos folhetos. Leitura e seleção de mapas.

Após a divisão da sala em grupos, dar-se-á inicio a parte prática do projeto, que é a elaboração do folheto turístico. Os grupos terão que oferecer informações e também criar instruções de como o turista deverá portar-se em alguns locais, como transportes e estádios.

É papel primordial do professor, expor este gênero textual por meio de suas características: conteúdo temático, estilo e construção composicional (Bakthin 1997, p. 279), envolvendo pessoas, objetos e eventos e descrevendo roteiros dos pontos turísticos.

Os folhetos circulam em várias esferas, e a sua composição formal depende da sua função e do seu campo de atuação. Nos folders turísticos, a função de divulgar uma viagem ultrapassa as questões formais de construção do texto.

 
O folheto, no turismo, é um texto que pode ser observado a partir do estudo teórico dos gêneros e da análise crítica do discurso. A lingüística aplicada tem desenvolvido estudos nessa área visando atingir um melhor desempenho de língua para aqueles estudantes de língua materna e língua estrangeira.

 
Por conseguinte, seguindo a ordem prática, os alunos serão encaminhados para a sala de informática, a fim de realizar pesquisas sobre os aspectos histórico-culturais dos locais que sediarão os jogos, bem como, para que iniciem a criação do melhor roteiro, partindo de aeroportos, rodoviárias, rodovias, etc., valendo-se de sites que ofereçam mapas e criação de rotas confiáveis.

 

3ª Aula. Discussão sobre os folhetos elaborados, correção dos enunciados. Preparação dos grupos para a teatralização

 

Nesta aula os grupos trocarão seus folhetos, para que seja feita uma análise dos conteúdos, seguindo os critérios apresentados na aula anterior, tais como, o caráter descritivo e informativo do folheto, o apelo visual e disposição das rotas, a clareza e boa compreensão dos enunciados, por meio dos elementos de coesão e coerência pertinentes a língua estrangeira.

Após esta análise, os grupos poderão se auto-avaliar. Ao final, o professor recolherá o material produzido para última correção e análise de como cada grupo avaliou o outro.

Após, cada grupo receberá um local (aeroporto, hotel, agência de turismo, estádio, ponto de informações turísticas) onde fará uma teatralização de situações próximas à realidade, estabelecendo dialogo com estrangeiros de varias nacionalidades, oferecendo informações por meio dos folhetos e mostrando seus conhecimentos culturais, tanto sobre o país visitante, quanto sobre o Brasil.

 
4ª Aula. Apresentações. Avaliação da Atividade

 
Após toda essa sequência didática, chegou o momento de analisar e certificar-se do conhecimento adquirido pelos alunos e a socialização dos projetos entre os grupos. A dramatização deve ser realizada em espaço amplo, agradável e tematizado com objetos que remetam ao local real.


Cada grupo realizará os diálogos e distribuirá os folhetos turísticos, sendo avaliados segundo dois critérios: O primeiro, para a atividade comunicativa, onde serão analisados a criatividade, desenvoltura, dramatização, envolvimento e contribuição individual para o grupo. E o segundo para a produção escrita, que são a coerência e coesão do texto, adequação ao tema, usos da linguagem não-verbal e criatividade.


CONSIDERAÇÕES FINAIS


O estágio na E.E xxxxxxxxxxxx foi por deveras muito proveitoso, os alunos são extremamente interessados, interagem muito bem com os professores, tanto de língua inglesa, quanto de outras disciplinas, com algumas preferências obviamente. As aulas de língua inglesa são, de fato, planejadas e adotam métodos e abordagem diferenciados, conforme cada conteúdo, lembrando sempre que não há um método melhor ou pior, e sim a forma como o professor abordará o tema da aula.

Infelizmente, por motivos alheios a vontade de todos, não foi possível aplicar este projeto até a presente data, de sorte que, espera-se na oportunidade, que os alunos ampliem seu conhecimento de língua inglesa, por meio desse tema tão popular e familiar aos brasileiros, que é o futebol, a copa do mundo e os jogos olímpicos.

Notoriamente não se ensina um idioma em curto espaço de tempo, este é um dilema enfrentado pelos professores de inglês nas unidades públicas de ensino, todavia, a pretensão é sempre para o despertar do interesse, ainda que de poucos, para o novo, para o conhecimento de uma nova cultura. Esta é a pequena contribuição que este projeto espera oferecer.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS


- Proposta Curricular do Estado de São Paulo: Inglês /Coord. Maria Inês Fini. – São Paulo: SEE, 2008.

 
- Linguagens, códigos e suas tecnologias / Secretaria de Educação Básica. – Brasília : Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2006. 239 p. (Orientações curriculares para o ensino médio ; volume 1)


- BAKHTIN, M. Estética e criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

Sites:

- Copa do Mundo FIFA 2014. http://pt.wikipedia.org/wiki/Copa_do_Mundo_FIFA_de_2014, acessado em 22/10/12;

- Folhetos Turísticos. Tipos e Características. http://www.revista.inf.br/turismo05/artigos/art04.pdf, acessado em 22/10/2012;

- TRAVESSO, Luis Carlos Panissett. Inteligências Múltiplas. Disponível em  http://eduep.uepb.edu.br/rbct/sumarios/pdf/inteligencias_multiplas.pdf Acesso em 12 de maio de 2012.

ANEXOS:

Modelos de Folhetos turísticos.


 


 

 


 


 

 


 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário